Pela falta de um carimbo

Há alguns processos judiciais que “correm junto”: são processos diferentes mas que por algum motivo devem ser julgados ao mesmo tempo.

Pois bem, hoje, terça-feira, precisei voltar para o TST porque o órgão responsável não pôs na capa de um dos processos “corre-junto” o carimbo informando que havia um recurso pra ser analisado. Só havia o carimbo em um deles, e não em ambos, embora em cada um houvesse um recurso a ser analisado. E pela falta desse carimbo eu não abri o processo para ver se dentro dele havia um recurso. E aí, às pressas, porque a sessão de julgamento é amanhã, quarta-feira, precisei retornar, às 21h, para o meu local de trabalho.

Fazendo desse infortúnio uma epiclese, lembrei-me de um antigo provérbio que conheci graças ao mundo dos quadrinhos:

Pela falta de um prego a ferradura foi perdida.
Pela falta de uma ferradura o cavalo foi perdido.
Pela falta de um cavalo o cavaleiro foi perdido.
Pela falta de um cavaleiro a batalha foi perdida.
Pela falta de uma batalha o reino foi perdido.
A tudo pela falta de um prego na ferradura.

About these ads

9 thoughts on “Pela falta de um carimbo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s