Sem arco-íris

Olhando através da janela à sua frente teve uma sensação estranha. Vislumbrou um objeto cadente em chamas, cruzando o céu em trajetória obtusa a linha do horizonte e manchando de vermelho e amarelo aquele calmo cenário azul de água do lago e mar de nuvens. Não era uma visão, miragem ou alucinação, mas um desejo. Queria que isso ocorresse. Ansiava por um evento que quebrasse a rotina.

A lenta figura do avião comercial se movendo pelo céu o trouxe de volta. O devaneio se desfez e ele voltou ao trabalho, como se nada tivesse acontecido. Como de fato, nada acontecera.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s