Nimbus Autumni

originalmente publicado em Sacada

Flutuando ao longo do momento
Entre o desprender e o tocar o chão
Como uma folha seca ao vento
A tristeza úmida cai-me ao coração

E apesar de pairar assim leve
Eu sinto um peso, um pesar
Não há folha tão verde que não seque
Nem amor que nunca acabará

Finda a fantasia sem final feliz
Face abaixo tudo me escorreu
Em quem me dividia não mais me quis
Não existe o nós, sobrei apenas eu

Qual folha seca caída que estala
Outrora ao sol um dia farfalhei
Resto-me hoje apenas como casca
Por em mim não fluir mais ninguém

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s