T de outono

originalmente publicado em Sacada

Na mente segue, passando, independente
Acelera e freia alheio ao que se sente
Diametralmente oposto e inconveninente

Flui num fluxo ilógico, absorvente, absurdo
Escorre, congela, foge, atropela, muda tudo
As coisas e a percepção delas nesse mundo

Palco de mutações, decaimentos e renascimentos
Furta recordações, movendo, moendo, retorcendo
Frusta planificações, trazendo desapontamentos

Encadeamento descontrolado de acontecimentos
Carrega e prende no passado os bons momentos
O exílio da memória traz mera lembrança presente
Do desejo de pra sempre, mas que nunca novamente

2 pensamentos sobre “T de outono

  1. Profundo… tanto, que tem a capacidade de tocar quem está onde já não existe luz.

    E gelado, como o final do outono, quando todas as folhas já caíram e tudo está preparado para um período congelante até uma nova primavera.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s