Anencefalia

Recebi por e-mail o texto abaixo. Reproduzo, porque concordo com a opção pluralista, de dar a cada um direito de decidir se realiza o procedimento abortivo ou não. E assinei a petição on-line.

Instituto de Bioética,

Direitos Humanos e Gênero

NÃO ME OBRIGUE A SOFRER
Campanha pelo direito à interrupção da gestação em caso de anencefalia

A anencefalia é uma má-formação incompatível com a vida. No Brasil, as mulheres grávidas de fetos com anencefalia são obrigadas a manter a gestação para enterrar o feto, instantes após o parto. Quase todos os países democráticos do mundo autorizam a interrupção da gestação de um feto com anencefalia.

O Supremo Tribunal Federal decidirá se as mulheres poderão interromper a gestação em caso de anencefalia. Nos dias 26, 27 e 28 de agosto ocorrerão as audiências públicas de instrução da Argüição de Descumprimento de Preceito Fundamental 54. O julgamento ocorrerá ainda em 2008.

O pedido da ADPF 54 é pelo direito de evitar o sofrimento. Nenhuma mulher deve ser obrigada a interromper a gestação. Nenhuma mulher deve ser obrigada a manter a gestação de um feto que morrerá.

Apóie esta causa. Assine a petição.

Assista ao vídeo da campanha no You Tube.

Assista ao documentário “Uma História Severina”, de Debora Diniz e Eliane Brum, no Google Video.

Assista ao documentário “Quem são elas?”, de Debora Diniz, no Google Video.

Saiba tudo sobre anencefalia. Faça o download do dossiê Anencefalia: o pensamento brasileiro em sua pluralidade no site da Anis.

……………………………………………………………………………………….

NO ME OBLIGUE A SUFRIR
Campaña por el derecho a la interrupción del embarazo en caso de anencefalia

La anencefalia es una malformación incompatible con la vida. En el Brasil, las mujeres embarazadas de fetos con anencefalia son obligadas a mantener la gestación para enterrar el feto, instantes después del parto. Casi todos los países democráticos del mundo autorizan la interrupción de la gestación de un feto con anencefalia.

El Supremo Tribunal Federal decidirá si las mujeres podrán interromper la gestación en el caso de anencefalia. En los dias 26, 27 y 28 de agosto tendrán lugar las Audiencias Públicas de Instrucción de la Argumentación de Descumplimiento del Precepto Fundamental 54 (ADPF 54). El juzgamiento será durante este año 2008.

El pedido a la ADPF 54 es por el derecho a evitar el sufrimiento. Ninguna mujer debe ser obligada a mantener el embarazo de un feto que morirá.

Apoye esta causa.
……………………………………………………………………………………….

ENOUGH SUFFERING
Campaign for the right to abortion in cases of anencephaly

Anencephaly is a malformation incompatible with life. In Brazil , pregnant women of fetuses with anencephaly are forced to carry out the pregnancy, only to bury the fetus moments after birth. Almost all democratic countries allow the interruption of pregnancy of a fetus with anencephaly.

The Brazilian Supreme Court will decide whether women can interrupt the pregnancy in cases of anencephaly. On August 26, 27 and 28 there will be public hearings to instruct this constitutional case. The trial will take place in 2008.

The request of ADPF 54 is for the right to avoid suffering. No woman should be forced to perform the abortion. No woman should be forced to carry out the pregnancy of a fetus that will die.

Support this cause. Sign the petition.

Um pensamento sobre “Anencefalia

  1. Pingback: Em tempo… « Hiperfície

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s