Um vinte do dez

Poema meu, originalmente publicado em Sacada, em 01/11/2005

Porque você é assim tão meiga
E sobretudo por ser uma menina com uma flor
É que a primavera se faz mais bela
E o mundo acima de tudo lhe tem tanto amor

E se lhe ocorrerem espinhos pelo caminho
Não sofra, haja o que houver
Tenha os sentimentos do mundo como pétalas
Bem-me-quer, mal-me-quer

3 pensamentos sobre “Um vinte do dez

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s