Palavras

Poema meu, originalmente publicado em Sacada, em 15/10/2005

Conquanto as palavras sejam feitas para dizer
Nunca me foi dito, se é que se pode saber

Com quantas palavras eu poderia lhe dizer
As coisas que sinto e preciso dizer a você

Quando as palavras faltam sem mais nem porquê
Restam-me gestos perdidos, e eu fico à mercê

Procurando por palavras que não vão aparecer
Então apenas sigo sentindo o que sinto por você

Enquanto as palavras insistirem em se esconder
Sinto que será assim, meio que sem querer
Pelo meu modo de agir que deixarei transparecer
Pra ver se você descobre o que sinto por você

Um pensamento sobre “Palavras

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s