Um último copo

Versão 2

Ao perceber-se notando apenas os dois últimos gorjeios, sem saber quantos teria perdido, se sete, oito ou nove, pensou em andar até a sala para conferir com os olhos, cogitou apenas abrir a janela e checar a luminosidade, mas preferiu mais um gole de vinho tinto e voltar ao que estava fazendo, com o compromisso de, dali a 59 minutos, caso ainda demorasse tanto, ouvir desde o início o canto do velho cuco de madeira.

Versão 1

Percebeu-se notando apenas os dois últimos gorjeios. Quantos teria perdido? Sete, oito? Talvez nove.

Pensou em andar até a sala para conferir com os olhos. Talvez abrir a janela para checar a luminosidade. Preferiu tomar mais um gole do vinho tinto e voltar ao que estava fazendo.

Se ainda demorasse mais 59 minutos, comprometeu-se, ouviria desde o início o canto do velho cuco de madeira.

Inspiração

The bell’s chime seven times
Completed at nine
The world moves on, I find

7 pensamentos sobre “Um último copo

  1. Pingback: Paulo Rená da Silva Santarém (prenass) 's status on Wednesday, 02-Sep-09 18:23:52 UTC - Identi.ca

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s