Construindo sobre o passado

Segue “comercial” breve e sucinto criado por Justin Cone, ganhador do Concurso Imagens em Movimento, demonstrando em um fino pacote o que é a licença Creative Commons e como ela funciona. Abaixo, minha tradução pt-br do texto do filme.


A criatividade sempre constrói sobre o passado. Mas às vezes a lei pode ficar no caminho. A lei de Direito Autoral restringe seu acesso ao passado e restringe o acesso de outras pessoas ao seu trabalho.

Mas e se nós pudéssemos pegar a lei em nossas próṕrias mãos? E se nós pudéssemos fazer nossas próprias regras? Bem, com uma licença creative commons você pode!

O Creative Commons permite a você contruir uma licença personalizada com tantas ou poucas restrições o quanto você quiser.

Por exemplo, não quer que ninguém use sua canção para propósitos comerciais? Sem problema. Quer que alguém use seu filme, desde que ele lhe dê crédito? Você tem isso. Quer que alguém use seu poema, desde que ele não o altere. Mamão com açúcar. Depende de você e é realmente fácil.

Apenas vá ao creativecommons.com. O site irá gerar tudo o que você precisa para licenciar e compartilhar suas criações: poemas e histórias, música e sons originais, fotos e vídeos, ensaios e idéias. Você não precisa de um advogado para entender. E é de graça.

A criatividade sempre constrói sobre o passado. E você está construindo o passado agora mesmo. Compartilhe agora. Dê forma ao futuro. Creative Commons.

7 pensamentos sobre “Construindo sobre o passado

  1. Pingback: O jogo é jogado: a diferença entre contudência e violência, pt.1 « HIPERFÍCIE

  2. Pingback: Que tal misturar Ivete Sangalo com Michael Jackson? Bé-di-la-di-nho « HIPERFÍCIE

  3. Peço por favor que me tirem uma duvida.
    Capturei um partida de Futebol do Campenonato Brasileiro de 2005 – Corinthians 7 x Santos 1 , gravei em midias roxas(piratas) e comecei a vendar em bar e bar. Fui detido por PMS e no DP. assinei BO de pirataria. Estou ferindo direitos autorais, tenho diretios para isso. Me respondam por favor. Obrigado Amigos.

    • Humberto,

      primeiramente, manifesto-me como estudioso do tema, não considere isso uma consulta de advogado. Procure um advogado, será extremamente importante para você – considerando que foi feito um BO.
      O vídeo do jogo provavelmente está sob uma garantia contratual de exclusividade na exploração comercial, em favor da emissora da TV que o produziu e provavelmente pagou bastante dinheiro para ter essa exclusividade. E a lógica da atual lei de direito autoral restringe o uso de obras audiovisuais aos titulares da produção.
      E pelo ordenamento brasileiro, qualquer violação de direito autoral é pirataria. A mera “captura” das imagens já constitui uma transgressão – repito, pela lógica da LDA.
      Você tem o direito de discordar dessa lógica e de lutar para alterá-la. O desrespeito é uma forma – se encampado e encarado como desobediência civil; outra forma possível – e de menos enfrentamento – é movimentar-se pela alteração da lei (para isso, no momento, é essencial acompanhar e intervir no debate que está sendo promovido pelo Ministério da Cultura). Além dessa, há inúmeras, e caberá a você decidir.
      Além disso, você tem o direito processual de se defender da acusação. Mas para as devidas providências, de novo, sugiro fortemente que recorra ao amparo profissional de um advogado.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s