Os braços infinitos da banda de cavalos

Infinite Arms é o nome do 3º álbum da banda, de Seattle, Band Of Horses . O lançamento, em formato digital, CD e vinyl, está previsto para 18 de maio (mais um dia em que a banda vai abrir um show do Pearl Jam). Dá pra ter uma prévia do trabalho no site oficial. Mas ele já circula na rede, por infinitos cliques (clicaê!!!). Detalhe muito relevante: o Brasil não está entre os países que podem encomendar previamente o disco em formato digital.

Da banda (top no meu Last.fm essa semana), eu já conhecia o 2º disco Cease To Begin, lançado em 2007, por indicação do Lúcio Ribeiro. No novo álbum o gupo mantém a ótima sonoridade, juntando rock, pop, grunge, country/sertanejo. Por essa descrição, não parece extamente uma mistura inovadora, mas sim algo que muitas outras bandas fazem. Mas tem algo diferente aqui, acredite. Eles aproveitam muito bem os bons elementos de cada um desses estilos, de forma que sempre que o som beira o clichê, um detalhe o consegue desviar do lugar comum.

Christopher Wilson Photography

Galera da Band Of Horses (C. Wilson)

Ouça (clicaêou!)  e me diga se eu estiver viajando, mas quando o disco abre com “Factory”, por exemplo, parece que a qualquer momento a Cat Power vai começar a cantar. Essa mesma atmosfera confortável e perfeita para relaxar a mente (a minha lista se chama “soninho”) está em quase todas as faixas. Destaque pra “Way Back Home”, ótima para dirigir após o trabalho; e pra “Infinite Arms”, com dedilhados delicados e o belo verso “my thoughts drift to you” (ao pé da letra, “meus pensamentos flutuam pra você”).

A contraparte animadinha fica por conta da excelente trinca “Compliments”, “Dilly” e “Northwest Apartment”. Ótimos riffs de guitarras, uma bateria bem marcada e um clima mais agressivo, totalmente excelentchi para uma pista de dança (alô você, DJ indie de Brasília).

O bonito site oficial (infelizmente, todo trabalhado no flash) informa que quem comprar a edição de luxo por 99 dólares leva, entre outras coisas, um DVD com vídeos para cada canção, feitos por Christopher Wilson, fotógrafo responsável pela capa estrelada de Infinit Arms e por algumas imagens bem legais da banda. Confira o vídeo do primeiro single, “Compliments“, lançado no início de abril.

Confira o vídeo de “Compliments”

2 pensamentos sobre “Os braços infinitos da banda de cavalos

  1. Obrigada por passar lá no blog de novo! Realmente a lei do eterno retorno é infalível! Hihihi
    Vou tirar um dia pra ler tudo o que vc escreve aqui!
    Estamos sumidos né?
    Tô pensando em ir à Brasília em novembro, vamos ver se conseguimos nos conhecer se isto realmente acontecer!!!
    Abração!

    • Jully, devo confessar que só passei lá pq vi que alguém tinha vindo parar no Hiperfície seguindo o link que havia no seu blog. =)
      Preciso me organizar para voltar à rotina de ler blgos amigos regularmente.
      No mais, vindo pra Brasília, avise antes que eu e Babi fazemos uma programação pra você =)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s