Um email para realimentar os ânimos

Recebi no dia 26 de maio, quando ainda estava vivendo um tango lá em Buenos Aires, o seguinte email. Explico que me foi bastante importante lê-lo, e que relê-lo ainda me reanima. Publico-o na íntegra e sem retificações. Acho que a privacidade do autor não fica sob risco e o texto original dá mais credibilidade, porque é tanto elogio que até parece que foi minha mãe que o escreveu.

Há muitas questões postas que devem ser comentadas, e acho que farei isso ali embaixo, nos comentários. Por hora, de imediato, acho importante, para mim e para o debate dessas questões, publicar logo o email.

olá boa noite Paulo tudo bem, me chamo Flávio tenho 28 anos moro aqui no fim do mundo na cidade de Nova Odessa hehe, sou um usuário dessa droga chamada internet, através do site Meganão vi você respondendo uma pergunta de um usuário, cliquei na sua foto e vi que você foi gestor do projeto de elaboração do Marco Civil, junto com Sérgio Amadeu buscam ajudar a nós usuários, nos defendendo e alertando sobre os absurdos contra nossa liberdade na internet, o que me deixa muito feliz, de acordo com esse projeto de lei absurdo do “querido” senhor Eduardo Azeredo, o que me deixa muito assustado, aliás acho que não só eu como boa parte do Brasil, se caso essa lei realmente fosse aprovada segundo os artigos, é cadeia pra todo mundo, repito o que um usuário comentou em um blog é mais fácil murar em volta do Brasil inteiro, por que acho dificil um usuário que tenha banda larga em casa hoje em dia e que não tenha baixado um mero arquivo sequer que não seja “pirata”, ou não, por que de acordo com a lei exemplos: se eu pegasse um texto e colasse no meu blog mesmo colocando a fonte isso já seria um crime, imagine uma pessoa que não sabe mexer com msn, criança/adolescente, até alguém entendido, clica em um arquivo simplesmte por impulso, pega um vírus e daqui a pouco toda a lista de contatos dela também é contaminada, essa pessoa também cometeu um crime por ter dissiminado o virús, ou clicar as vezes em um link mesmo sem saber para onde está sendo redirecionado, e cair em site de pirataria, quais as chances de você saber que não “cometerá um crime” clicando no link, o que pode ter na página que está sendo carregada, uma foto, um arquivo de texto, depois de copiado para seu HD isso seria crime também segundo o que entendi dos artigos, imagine se a mesma pessoa que baixasse um arquivo não seja a dona do computador, exemplo Lan-House, é cheio de erros e brechas essa lei, segundo o artigo de lei que coloca o provedor como delator de tudo que você acessar e já te denunciado anonimamente, sem oportunidade de defesa nem nada é sem sentido, já utlizei (e utilizo ainda) P2P para pegar um programa que não tinha outro modo para ser baixado, já faz um bom tempo não sei como deve ser agora,  esse é o site (muito bonito por sinal) http://www.rebirthmuseum.com/ somente através de cadastro, ele foi descontinuado, na época custava uma nota, hoje é totalmente free para quem tem cadastro, que também não é cobrado, é do grupo Propellerheads (banda de música eletrônica) www.propellerheads.se, enfim não existiria outro modo para pegá-lo, diante disso utilizei o P2P apenas para pegar esse arquivo assim como existe vários outros arquivos que não sejam “piratas” isso seria crime também, sei o que eu estou escrevendo nesse email é chover no molhado, até um pouco simplório, mas tenho que agradecer a você, Sérgio Amadeu e tantos outros que eu sequer conheço pessoalmente, o meu muito obrigado de coração, por que do jeito que as coisas andam pode ser que essa lei seja aprovada logo logo, no link que eu sigo que está no meu favoritos:

http://www.camara.gov.br/sileg/prop_detalhe.asp?id=15028 (detalhe que justo esse link está off desde ontem)

até ante-ontem mostrava o último dia 24/05/2011 Apresentação do Parecer do Relator n. 3 CCTCI, pelo Deputado Eduardo Azeredo (PSDB-MG)
edit de 2 minutos atrás: consegui por outro link

http://www.camara.gov.br/internet/sileg/Prop_Detalhe.asp?id=503506

24/5/2011 Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática  (CCTCI)
Parecer do Relator, Dep. Eduardo Azeredo (PSDB-MG), pela aprovação do Substitutivo do Senado Federal ao PL 84/1999 da seguinte forma: pela aprovação dos artigos 3º, 4º, 8º, 9º, 11, 14, 15, 19 e 23 do Substitutivo do Senado; pela aprovação da ementa do substitutivo, exceto as expressões “de rede de computadores, ou” e “dispositivos de comunicação ou”; pela aprovação do art. 1º, exceto as expressões “de rede de computadores, ou” e “dispositivos de comunicação ou”; pela aprovação do art. 2º, exceto as expressões “rede de computadores, dispositivo de comunicação ou” referentes ao art. 285-A do Decreto-Lei nº 2848, de 7 de dezembro de 1940 e das expressões “rede de computadores, dispositivo de comunicação ou” referentes ao art. 285-B do Decreto-Lei supracitado; pela aprovação do art. 5º, exceto as expressões “dispositivo de comunicação, rede de computadores, ou” no caput do art. 163-A do Decreto-Lei supra e das expressões “de dispositivo de comunicação, de rede de computadores, ou” no § 1º do mesmo dispositivo; pela aprovação do art. 6º, exceto as expressões “a rede de computadores, dispositivo de comunicação ou”, do inciso VII do art. 171, § 2º do Decreto-Lei supra; pela aprovação do art. 7º, exceto as expressões “dispositivo de comunicação, rede de computadores ou” do art. 265 e as expressões “de dispositivo de comunicação, de rede de computadores” do art. 266, ambos referentes ao Decreto-Lei supra; pela aprovação do art. 10, exceto as expressões “a rede de computadores, dispositivo de comunicação ou” do art. 251, inciso VI do Decreto-Lei nº 1.001, de 21 de outubro de 1969; pela aprovação do art. 12, exceto as expressões “dispositivo de comunicação, rede de computadores, ou” no caput do art. 262-A e das expressões “de dispositivo de comunicação, de rede de computadores, ou” do §1º do mesmo dispositivo do Decreto-Lei supra; pela aprovação do art. 13, exceto as expressões “rede de computadores, dispositivo de comunicação ou” do art. 339-A e das expressões “a rede de computadores, dispositivo de comunicação ou” do art. 339-B do Decreto-Lei supra; pela aprovação do art. 16, exceto incisos I e III e ainda, a expressão “uma rede de computadores” e a expressão “ou dispositivo de comunicação” do inciso VI; pela aprovação do art. 17, exceto as expressões “o dispositivo de comunicação, a rede de computadores”; pela aprovação do art. 18, exceto as expressões “rede de computadores, dispositivo de comunicação ou”; pela aprovação do art. 21, exceto as expressões “rede de computadores, dispositivo de comunicação ou”; pela aprovação do art. 22, exceto o inciso III e os §§ 2º e 3º, que são pela rejeição; e pela rejeição do art. 20 do substitutivo do Senado Federal ao Projeto de Lei nº 84, de 1999.

desculpe por ter coladdo todo o texto

o mais engraçado é que todos sabemos que isso não vai ajudar muita coisa contra cyber-crimes (para falar a verdade acho que esses serão os menos prejudicados), e muito menos para pedofilia por que já existe uma lei bem definida pra esse último, quem vai pagar por tudo isso somos nós usuários, os leigos, os impulsivos, que mal sabem como acessar a internet, sério essa lei tem muitas brechas, qualquer um pode ser um potencial criminoso a troco de nada, não sou advogado nem trabalho no ramo, mas qualquer pessoa com o mínimo de inteligência percebe que essa lei é absurda e cheia de erros para prejudicar a todos nós usuários, e o senhor Eduardo Azeredo formado e bem entendido no ramo de tecnologia da informática não consegue ver isso.

não sei como deve estar agora, mas tenho muito medo se uma lei dessas venha a ser aprovada, acho que nem na China eles te denunciam anonimante e você já é julgado como criminoso assim de cara, eu acho, lógico não conheço todas as lei de lá.

gostaria de poder ajudar nessa luta mas a única coisa que posso fazer por enquanto é torcer para que vocês derrotem essas cobras, do contrário acho mais fácil e menos perigoso não ter internet em casa, vai saber quando eu estarei realmente inflingindo uma lei ou não, quem conseguiria se vigiar a esse ponto, a cada click, a cada site, arquivo copiado para seu computador, é complicado, enquanto isso criminoso  de verdade só pode ser preso em flagrante, mesmo a vítima denunciando, baleada, cortada, machucada, se a policia não viu, não existiu crime, o bandido sai no mesmo dia as vezes pela porta da frente, arrependido é que ele não vai estar, é foda

bom, agradeço a atenção e paciência por ler todo o meu texto, seguido de uns erros de português aqui e outro lá hehe… (meu português é muito ruim)
tenha um bom dia uma boa noite e que Deus ilumine a você e tantos outros empenhados nessa dura batalha.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s