Lua

Poema meu, originalmente publicado em Sacada, em 19/01/2004 A lua desperdiçada com lágrimas Em vez de risadas compartilhadas regadas a vinho Estou sozinho Houve uma moça em meu caminho Que dele me desviou e à deriva depois me deixou Estou sem amor Estrelas brilhantes como diamantes Mas nada mais me é como antes, não vejo a […]

Leia mais Lua

Águas de dezembro

Poema meu, originalmente publicado em Sacada, em 15/12/2005 No ritmo com que o sol altera a aquarela O caminho entre as árvores, a ponte velha Um desejo secreto, mãos dadas, eu e ela O reflexo crescente na água até a queda A liberdade dos seus cabelos flutuantes Uma imagem de sonhos, um longo instante Manhã […]

Leia mais Águas de dezembro

Águas de dezembro

Poema meu, originalmente publicado em Sacada, em 15/12/2005 No ritmo com que o sol altera a aquarela O caminho entre as árvores, a ponte velha Um desejo secreto, mãos dadas, eu e ela O reflexo crescente na água até a queda A liberdade dos seus cabelos flutuantes Uma imagem de sonhos, um longo instante Manhã […]

Leia mais Águas de dezembro

Dividido

Poema meu, originalmente publicado em Sacada, em 22/12/2003 O que eu mais quero e preciso É saber como é que você conseguiu fazer isso comigo Você abriu meu cadeado “assim” Mesmo ele estando fechado pelo lado de dentro de mim E a insignificância individual Insuperável quando separados, superamos juntos como casal Como que por mágica, […]

Leia mais Dividido

Todo bobo

Poema meu, originalmente publicado em Sacada, em 26/09/2005 O inverno agora é história O frio não é senão memória E nada mais importa As palavras apenas atrapalham Posto ser esse sentir nominável Dizê-lo seria dispesável Sim, de longe dá pra ver Mas e quem poderia querer esconder Alimente e deixe crescer O pino não volta […]

Leia mais Todo bobo