Olhos nos olhos

originalmente publicado em Rascunho, em 13/03/2005 Após ler a notícia na íntegra, entrou em transe. O resto do jornal caiu largado na calçada enquanto ele seguiu até o carro. Olhar fixo na manchete, a cabeça ia longe. Só pensava em todos aqueles discos, shows, autógrafos, fotos, entrevistas gravadas no vídeo cassete para ela ver mais […]

Leia mais Olhos nos olhos

O fogo frio

Texto meu, escrito em papel no ano de 2007 Queria que houvesse ciência o bastante sobre essa dimensão destrutiva. Há apenas essa certeza de um futuro cinzento e da eterna lembrança da dor sentida. A dor em si passa. Um dia. Não há, no entanto, argumento racional que, convencendo minha consciência, afaste essa obsessão que […]

Leia mais O fogo frio

Chico explica a crise econômica

Muito já se falou sobre a atual crise econômico-financeira que surgiu no mercado imobiliário dos EUA. Li algumas analogias, como a do Bar do seu Biu (ou seu Zé), uma com Pokemon, uma para leigos e uma supostamente “sem economês“, todas tentando explicar como se formou a bolha de crédito imobilliário que agora estourou, fazendo […]

Leia mais Chico explica a crise econômica

IRONIA

poema originalmente publicado em Rascunho, em 11 de maio de 2005 Deixada, odiou-lhe tanto, sentiu-se tão traída, tão ultrajada, tão subvalorizada em seu amor que passou a menosprezar em abstrato a própria idéia do sentimento, a possibilidade de uma relação de verdadeira entrega. Entregou-se deliberada e despudoradamente a homens que a satisfizeram mais do que […]

Leia mais IRONIA