Direitos autorais e mídia digital num mundo pós-Napster – Capítulo 5

Penúltima parte da minha tradução para português do Brasil do documento Copyright and Digital Media in a Post-Napster World, produzido originalmente em 2003 pelo Centro Berkman para Internet & Sociedade em parceria com a Gartner G2. 5. DRM O paradoxo das mídias digitais — entrega eficiente contraposta a uma redistribuição incontrolável de conteúdo por usuários […]

Leia mais Direitos autorais e mídia digital num mundo pós-Napster – Capítulo 5

Direitos autorais e mídia digital num mundo pós-Napster – Capítulo 2

Continuo publicando minha tradução para português do Brasil do documento Copyright and Digital Media in a Post-Napster World, produzido originalmente em 2003 pelo Centro Berkman para Internet & Sociedade em parceria com a Gartner G2. 2. Modelos de Negócio em Transição Alterações na lei de direitos autorais e propriedade intelectual são impulsionados pelo surgimento de […]

Leia mais Direitos autorais e mídia digital num mundo pós-Napster – Capítulo 2

Eu queria ser o Brad Pitt

Originalmente publicado em Rascunho, em 16/05/2004, quando a Angelina Jolie ainda nem existia Como se não fosse bastante a Jennifer Anniston, ontem eu vi Tróia, filme no qual Brad Pitt interpreta o personagem Aquiles. Bom, antes de eu falar do que me interessou, vou usar um exemplo para dar mais dramaticidade. Imagine um rapaz normal qualquer, […]

Leia mais Eu queria ser o Brad Pitt

Zumbis no planalto central

Meu ex-colega de Faculdade de Direito, Tiago Belotti, e Rodrigo Luiz Martins juntaram uma boa turma e produziram “A Capital dos Mortos“, longa metragem de 90 minutos, primeiro filme brasileiro sobre zumbis, que trazem clássica a perambulação de mortos-vivos a Brasília, no melhor estilo George Romero. Entre a idéia inicial e a finalização foram sete […]

Leia mais Zumbis no planalto central